Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Em 23 de julho de 1985, no Vivian Beaumont Theater de Nova York/EUA, a empresa Commodore International (antiga Commodore Business Machines) surpreende novamente o mundo e lança seu primeiro modelo da linha Amiga: o Commodore Amiga 1000.

Vinha equipado com uma CPU Motorola 68000 [1] (a mesma do Macintosh [2]) rodando à 7,1MHz de velocidade, processadores de vídeo e áudio dedicados e desenvolvidos especialmente para ele [3], 256KB de memória RAM (expansível até 8,5MB) e uma unidade de disquetes integrada.

Lançamento do Commodore Amiga 2
Uma interface gráfica cheia de inovações

Isso o habilitava a possuir um avançado e colorido sistema operacional gráfico multitarefa (o AmigaOS), que incluía também recursos de síntese de voz humana e até um emulador capaz de executar softwares feitos para PCs.

Com recursos de multimídia muito à frente do seu tempo, tinha 4 canais digitais de áudio estéreo, um processador gráfico com uma paleta de 4096 cores e resoluções de tela de até 640×512 pontos.

Claro que que todo esse poder possibilitava também joguinhos incríveis! 😉

Lançamento do Commodore Amiga 4
O artista plástico Andy Warhol foi um dos grandes garotos propaganda do Amiga

Importante destacar que tudo isso acontecia apenas um ano depois do lançamento do monocromático Mac da Apple.

Em seu evento de apresentação, ninguém menos que Andy Warhol, famoso artista plástico americano, demonstrava as capacidades gráficas do computador criando ali, ao vivo, uma ilustração da cantora Debbie Harry (da banda Blondie).

E ele ainda teria vários computadores dessa linha e criaria diversas outras obras com ele. Sobre sua experiência nos computadores, ele disse:

O que mais gosto em fazer arte no computador é que ela parece um trabalho meu”.

Estes computadores e acessórios fazem parte hoje do acervo do Andy Warhrol Museum.

Lançamento do Commodore Amiga 5
Foi muito utilizado em sistema de edição de vídeo e em animações 3D

Talvez nem a Commodore tenha entendido o que tinha criado na época com o Amiga: o primeiro computador multimídia do mundo, visto que tinha recursos avançados para manipular, simultaneamente, gráficos, sons e vídeo.

Tudo isso a um preço extremamente acessível, considerando que os PCs com recursos equivalentes na época custavam algumas dezenas de milhares de dólares.

Não é à toa que o Amiga virou o “queridinho” dos profissionais de vídeo-edição e de animações 3D.

Mas, inexplicavelmente, mesmo com essa Ferrari em mãos, a Commodore não conseguiu fazer frente à concorrência com PCs e Apple’s e foi à falência em 1994.

Quer experimentar este e outros computadores e consoles antigos, do Brasil e do mundo, de forma virtual no seu próprio PC?
Baixe neste endereço o multiemulador do Museu Capixaba do Computador (MCCEmu) e divirta-se!

Lançamento do Commodore Amiga 3
O Amiga rodando no MCCEmu


E você, usou algum computador da família Amiga?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!


Vídeos(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “Legendas/CC –> Traduzir automaticamente”.

Cerimônia de lançamento do Amiga 1000
A história do Amiga
Um Amiga 1000 de 1986 dando “boot”
Os 50 melhores jogos do Amiga
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

messengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.