A máquina diferencial de Babbage de 1822

Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Em 14 de junho de 1822, o matemático e engenheiro britânico Charles Babbage anunciava a invenção que ficou conhecida como da sua Máquina Diferencial de Babbage.

Há exatos 200 anos!

Tudo começou quando o ainda jovem matemático, sentado em umas das salas da Universidade de Cambridge e olhando fixamente para diversas tabelas de logaritmos pensou: “estas tabelas poderiam ser todas calculadas por uma máquina”. Nascia aí a ideia da sua Máquina Diferencial.

Anos depois, em 14 de junho de 1822, sua invenção era anunciada por meio do artigo “Note on the application of machinery to the computation of astronomical and mathematical tables” (“Nota sobre a aplicação de máquinas para o cálculo de tabelas astronômicas e matemáticas”), submetido à apreciação da Royal Astronomical Society.

Tratava-se de um dispositivo mecânico, composto por eixos e engrenagens, capaz de computar equações polinomiais e imprimir os resultados sob a forma de tabelas.  

O anúncio do artigo de Babbage despertou o interesse do governo inglês, dado que a construção dessas tabelas era algo demorado e que custava caro à coroa. Deram então à Babbage £1.700 para financiar o início do projeto.

Mas nem tudo saiu como planejado… A tecnologia da época não era capaz de construir, com custos baixos, as engrenagens e partes mecânicas de precisão exigidas pelo seu dispositivo.

Ao longo das décadas seguintes, Babbage tentaria concluir sua máquina (incluindo as novas versões), consumindo ao todo £17.000 libras do governo inglês e outro tanto de seu próprio patrimônio, mas subestimou a complexidade mecânica do seu próprio invento.

Fato é que Babbage nunca chegou a ver uma de suas criações completamente construídas, sendo necessário mais um século de evolução tecnológica para que os primeiros computadores saíssem do campo das ideias.

Em 1991, o Science Museum de Londres, com base nos projetos originais de Babbage, construiu finalmente uma versão funcional da Máquina Diferencial nº 2, provando que ela teria funcionado se completada.


Vídeos(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “Legendas/CC –> Traduzir automaticamente”.

As máquinas de Babbage



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

messengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.