Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Em 01 de maio de 1964, o primeiro programa escrito em linguagem BASIC da história era executado por John George Kemeny e Thomas Eugene Kurtz, matemáticos da universidade estadunidense Dartmouth College.

Tudo começou quando Kemeny conseguiu recursos para trazer para a universidade um computador General Electric modelo GE-225. Seu objetivo era criar um sistema de tempo compartilhado de uso geral.

Juntamente com o professor Kurtz e alunos, desenvolveram o sistema e, de quebra, a nova linguagem BASIC. Nascia aí sua primeira versão, cujo nome vem da expressão “Beginners All-purpose Symbolic Instruction Code” (Código de instrução simbólica de uso geral para iniciantes). Junto nascia também o primeiro sistema de tempo compartilhado comercialmente bem sucedido.

O BASIC é uma das linguagens de alto nível mais simples de se aprender, ideal para fins educacionais, cujos comandos são baseados na língua inglesa. E foi esta simplicidade que fez com que ela estivesse presente na quase totalidade dos primeiros computadores pessoais criados nos anos 70 e 80.

Kemeny e  Kurtz nunca patentearam a linguagem, o que permitiu a existência de inúmeras versões. E foi exatamente uma delas que abriu o caminho da Microsoft para o mundo dos microcomputadores, ao criarem o primeiro interpretador para o Altair 8800.

Fato curioso é que Kemeny (judeu húngaro que imigrou para os EUA na 2ª guerra), antes de chegar em Dartmouth, havia trabalhado como matemático assistente de ninguém menos que Albert Einstein.

Pra você que é curioso, leia abaixo o primeiro manual de instruções:

Loader Loading…
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab


E você, já programou em BASIC alguma vez?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!


Vídeos(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “Legendas/CC –> Traduzir automaticamente”.

O nascimento do BASIC
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

messengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.