A aliança IBM-Toshiba-Siemens de 1992

Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Em 13 de julho de 1992, num desses acontecimentos históricos inesperados, era anunciada a aliança IBM-Toshiba-Siemens para desenvolvimento de chips de memória, empresas gigantes e até então arquirrivais no mercado de chips de computador.

Há exatos 30 anos.

Esta parceria, formada pela estadunidense International Business Machine (IBM), a germânica Siemens AG e a nipônica Toshiba Corp, foi um marco na indústria de semicondutores, sempre pontuada por disputas ferrenhas pela hegemonia no mercado.

O acordo entre as empresas prometia aumentos em capacidade dos novos chips de DRAM [1] da ordem de 16 vezes, chegando a 256 milhões de bits por chip, além de novos microprocessadores e circuitos integrados para o segmento de telecomunicações.

A aliança contemplava, contudo, exclusivamente a etapa de pesquisa tecnológica, ficando a fabricação e comercialização futuras a cargo de cada empresa.

Pesquisadores do departamento de economia de Harvard comentaram à época:

“A economia global não respeita fronteiras e estas empresas estão se tornando extensões uma das outras. É verdadeiramente a chegada de uma grande teia econômica global”.


E você, saberia dizer que atividades estas empresas desempenham hoje em dia?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Mais em:

[1] Patente da memória RAM dinâmica DRAM



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

messengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.