Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em janeiro de 1983, a britânica Oric Products International Ltd apresentava seu microcomputador ORIC-1.

A Oric Products International Ltd foi uma subsidiária da também britânica empresa Tangerine Computer Systems, fabricante de microcomputadores fundada em 1979 por Paul Johnson, Mark Rainer e Nigel Penton Tilbury.

Tangerine??!?! Talvez no final dos anos 70 empresas com nomes de frutos estivessem na moda… Apple, Tangerine, Acorn, Apricot… 😁 Vai entender….

microcomputador ORIC-1 2
Vista traseira

Mas retornando ao assunto, após alcançarem bons resultados com seus primeiros produtos voltados ao mercado profissional, perceberam que o segmento de computadores domésticos vinha crescendo, especialmente após o lançamento do seu contemporâneo Sinclair ZX Spectrum, que viria a ser seu principal concorrente.

Buscando abocanhar uma fatia deste mercado, fundaram a empresa Oric Products International Ltd, que viria a produzir uma série de microcomputadores sob a marca ORIC.

microcomputador ORIC-1 3
Placa principal

Ficaria então com a Tangerine a missão de desenvolver o projeto do micro, licenciando-o posteriormente à ORIC pelo valor à vista de £ 100.000, acrescidos de mais 50 centavos por unidade vendida.

O primeiro modelo, o ORIC-1, bastante popular na Europa, contava com uma CPU MOS 6502A rodando a uma velocidade 1 MHz, 16KB ou 48KB de memória RAM, respectivamente, memória ROM de 16K (incluindo interpretador BASIC), um teclado tipo tic-tac de 57 teclas, chip de áudio General Instrument AY-3-8912, um chip customizado ULA para operações de vídeo capaz de gerar 8 cores, além de conexões externas de expansão, K7, impressora, vídeo e alimentação.

microcomputador ORIC-1 5
Anúncio ainda com valor preliminar

Com detalhes anunciados para a imprensa em 22 de julho de 1982 e matéria publicada no mês seguinte na edição de agosto/setembro da revista Tansoft Gazette, foi planejado para ser lançado ainda em outubro de 1982, buscando “agradar” aos compradores do ZX Spectrum insatisfeitos com seus atrasos na entrega.

Contudo, também sofreu com atrasos na fabricação, só começando a dar as caras já no início de 1983.

Planejado inicialmente para ser comercializado por £ 99,95 (16KB) e £ 169,95 (48KB), estreou por £ 129,95  e £ 169,95, respectivamente, na mesma época em que o concorrente Sinclair reduziu seu preço para menos de £ 100.

microcomputador ORIC-1 4
Anuncio da época

Ainda assim, vendeu cerca de 160.000 unidades no Reino Unido no primeiro ano, além de outros 50.000 na França, fazendo dele o micro mais vendido desse país naquele ano.

Foi sucedido pelo modelo ORIC Atmos em fevereiro de 1984, com a empresa já sob o comando da nova proprietária, a Edenspring Investments, tendo o ORIC-1 sido descontinuado em março do mesmo ano.

Íntegra do original da edição de agosto/setembro da revista Tansoft Gazette, onde o ORIC-1 foi apresentado publicamente.

microcomputador ORIC 1 6
Um ORIC-1 virtual no MCCEmu

Quer experimentar este e outros computadores e consoles antigos, do Brasil e do mundo, de forma virtual no seu próprio PC?
Baixe neste endereço o multiemulador do Museu Capixaba do Computador (MCCEmu) e divirta-se!


E você, conheceu algum dos modelos ORIC?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Os ORIC-1 e Atmos
Recuperando um ORIC-1
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *