O sistema operacional Canonical Ubuntu Touch de 2013

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 02 de janeiro de 2013, a Canonical Ltd revelava o novo sistema operacional Canonical Ubuntu Touch para dispositivos portáteis.

O sistema operacional (SO) Ubuntu Touch, também conhecido como Ubuntu Phone, é uma versão do conhecido SO baseado em Linux para computadores desktop, o Ubuntu Desktop, adaptada para uso em dispositivos móveis com tela sensível ao toque, como smartphones e tablets.

Anunciado em 31 de outubro de 2011, foi uma tentativa da Canonical Ltd, criadora do Ubuntu, de produzir uma versão “móvel” do já consolidado sistema Linux, para posteriormente estendê-lo também à notebooks, dispositivos de Internet das Coisas, aparelhos de TV, veículos e relógios inteligentes.

A proposta criaria uma solução gratuita e de código aberto de “convergência” do computador pessoal, onde você poderia usar seu dispositivo móvel tanto como um telefone, quanto conectá-lo a um monitor, teclado e mouse, transformando-o em um computador desktop.

Diferentemente de outros conhecidos SOs para portáteis, como o Apple iOS e Google Android, o Ubuntu Touch não conta com uma tela de bloqueio.

Cabe aos próprios aplicativos solicitar credenciais de usuário, quando necessário, permitindo que os recursos de segurança possam ser personalizados conforme a situação de uso.

O sistema operacional Canonical Ubuntu Touch de 2013 2
Os primeiros dispositivos portáteis com o Ubuntu Touch

Em fevereiro de 2015, a BQ, fabricante espanhola de celulares, lançaria o telefone BQ Aquaris E4.5 Ubuntu Edition, o primeiro smartphone baseado no Ubuntu do mundo. No ano seguinte a empresa surpreenderia com o lançamento do primeiro tablet Ubuntu Touch, o BQ Aquaris M10 Ubuntu Edition.

Após tentar emplacar o sistema por alguns anos, a Canonical anunciou, em 5 de abril de 2017, que abandonaria seu desenvolvimento por desinteresse dos fabricantes.

Na oportunidade, Mark Shuttleworth, fundador da Canonical, externou sua frustração:

“Eu considerei que, se a convergência fosse o futuro e pudéssemos entregá-la como software livre, isso seria amplamente apreciado, tanto na comunidade de software livre, quanto na indústria de tecnologia, onde há uma frustração substancial com as alternativas proprietárias existentes disponíveis para os fabricantes.

Mas eu estava errado nos dois casos.

Na comunidade, nossos esforços foram vistos como fragmentação e não como inovação.

A indústria não aproveitou a possibilidade, e, em vez disso, ou adotou uma abordagem do tipo ‘better the devil you know’ (algo como o nosso ‘ruim com ele, pior sem ele’) nos seus dispositivos, ou investiu em soluções próprias.

O que nossa equipe entregou até agora é bonito, utilizável e sólido, mas eu respeito que os mercados e a comunidade decidam quais produtos crescem e quais desaparecem.”

A partir de então, seu desenvolvimento prosseguiu sob a tutela do grupo UBPorts, que disponibiliza seu código gratuitamente para ser utilizado em qualquer dispositivo suportado.


E você, já utilizou o sistema Linux em algum dos seus equipamentos?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Review do Ubuntu Touch
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *