A Lenovo adquiria a Motorola Mobility em 2014

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 29 de janeiro de 2014, a chinesa Lenovo adquiria a Motorola Mobility, histórica empresa responsável por inúmeras inovações no universo da telefonia móvel.

Esta história se iniciaria dois anos antes, em 2012, quando o gigante Google havia adquirido a Motorola Mobility pela bagatela de US$ 12,5 bilhões, não só por conta de suas inúmeras patentes, mas também para fortalecer sua posição no mercado de smartphones, que estava em rápida expansão.

No entanto, a nova necessidade de o Google passar a ter de realizar a gestão direta da produção de hardware da Motorola provou ser um desafio, especialmente com a concorrência acirrada e as margens de lucro apertadas do setor.

Ao vender a Motorola para a Lenovo, por meros US$ 2,91 bilhões, o Google não apenas conseguia “se livrar” das complicações associadas à produção de hardware, mas também estabelecia uma parceria estratégica com um dos principais fabricantes de dispositivos eletrônicos do mundo.

A Lenovo, uma empresa chinesa renomada, e que havia comprado o PC da IBM em 2004, já era conhecida por sua expertise em hardware, especialmente em laptops e computadores pessoais.

A transação incluía a transferência de ativos, propriedade intelectual e funcionários da Motorola para a Lenovo. A Lenovo, por sua vez, ganharia acesso direto ao mercado norte-americano de smartphones, um passo crucial para expandir sua presença global e competir com gigantes do setor.

A venda da Motorola para a Lenovo também teria implicações no cenário de patentes, com o Google (mesmo vendendo a empresa) retendo boa parte das patentes adquiridas com a compra da Motorola Mobility, o que permitiu ao Google proteger-se em meio a um ambiente cada vez mais litigioso de propriedade intelectual no setor de tecnologia.

Como resultado da nova parceria, a Motorola/Lenovo desenvolveria o novo smartphone Nexus 6, anunciado em 15 de outubro 2014.

Essa transação marcaria uma mudança estratégica importante no cenário competitivo do mercado de dispositivos móveis, exemplificando como a dinâmica do setor pode levar a reconfigurações significativas, à medida que as empresas buscam adaptar-se aos desafios e oportunidades em constante mudança no mundo da tecnologia.


E você, o que acha dos telefones celulares Motorola/Lenovo?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Matéria jornalística da época
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *