O Google adquiria o Blogger em 2003

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 17 de fevereiro de 2003, o site de busca Google adquiria o Blogger, site especializado em edição e gerenciamento de blogs.

O Blogger, criado pela empresa Pyra Labs em 1999, foi um dos primeiros portais da internet voltado à criação e administração de “weblogs”, ou simplesmente “blogs” como o formato ficou popularmente conhecido, sendo o site um dos principais responsáveis pela popularização do serviço.

Com mais de 1 milhão de usuários na época, tinha como principal característica permitir ao usuário escrever e postar seu texto diretamente pela ferramenta de edição disponibilizada no sistema, diferentemente de outras plataformas que exigiam a edição e upload de conteúdos externamente.

Após a aquisição do site Picasa, também pelo Google em 2004, um serviço de compartilhamento de fotos foi integrado ao Blogger, possibilitando que os usuários pudessem agora incluir imagens em seus posts.

A aquisição anunciada hoje era mais um passo do gigante Google na direção de diversificar sua oferta de serviços, ampliando seus horizontes para muito além da onipresente ferramenta de busca.

Mas havia também um outro motivo mais “técnico-estratégico” por traz desta aquisição.

O algoritmo que é o centro nervoso do Google, o PageRank, responsável por analisar hiperlinks e palavras-chave para identificar quais páginas são mais populares na Internet, se beneficiaria diretamente do conteúdo publicado pelos milhões de usuários do Blogger.

Isso porque os usuários do Blogger postavam diariamente em seus blogs milhares de links para conteúdos correlacionados aos temas dos seus blogs, sendo exatamente o número de páginas que apontam para um determinado site, uma das principais métricas usadas pelo Google para de classificação da popularidade de determinado conteúdo.

Resumidamente, além de trazer um novo serviço para o portfólio do Google, o conteúdo do Blogger ajudaria seu mecanismo de buscas a se tornar mais eficiente.

Nos anos seguintes o Google adquiriria ainda, entre outras, o Where2 (2004, o futuro Google Maps), Android (2005) e  Youtube (2006).


E você, teve algum blog temático? Sobre qual assunto?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

A história dos Blogs
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão “Doar” abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Mas caso não possa colaborar com doações, você também nos ajuda muito clicando no anúncio abaixo:


Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *