O microcomputador IBM PCjr de 1983

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 01 de novembro de 1983, a IBM anunciava o seu novo modelo de “PC”, o microcomputador IBM PCjr.

Depois de mudar o mundo criando o IBM PC dois anos antes, a IBM tentava agora definir um novo padrão para os computadores domésticos, lançando uma versão mais “enxuta”, com um design mais compacto e custo reduzido.

microcomputador IBM PCjr 2
Vista traseira

O IBM PCjr contava com o microprocessador Intel 8088, rodando à uma frequência de 4,77MHz, 64KB de memória RAM (expansível a 256KB), portas para joysticks, porta para caneta óptica e uma unidade de disquetes de 5 ¼” (no modelo avançado). Dispunha ainda de dois slots frontais onde podiam ser inseridos cartuchos com programas e jogos.

Mas, diferentemente do IBM PC, suas expansões de hardware eram feitas por meio de módulos externos conhecidos como sidecars, plugados na lateral do gabinete.

microcomputador IBM PCjr 3
Vista interna

Apesar de ter o “peso” da marca IBM por trás, o IBM PCjr não foi um grande sucesso de vendas.

A expectativa de que ele mudasse o mercado de computadores domésticos, da mesma forma que o IBM PC tinha feito no segmento de negócios dois anos antes, não se concretizou.

microcomputador IBM PCjr 5
Alguns dos seus acessórios

Ele foi incapaz de competir com os micros domésticos da Commodore, Apple, Atari e TRS existentes na época, mesmo considerando a superioridade do seu sistema de 16bits em relação aos concorrentes, que operavam ainda em 8bits.

Muito da sua “impopularidade” se deveu, em grande parte, ao seu preço, que chegava a ser duas vezes maior que os dos competidores.

microcomputador IBM PCjr 4
Modelos de teclado

Outro ponto foi o seu teclado sem fio por infravermelho, que, apesar do ineditismo e do forte apelo para a época, foi alvo de muitas críticas por conta da dificuldade de uso de suas teclas do tipo “calculadora”.

Além disso, prometido como sendo um micro “altamente compatível” com o IBM PC original, não conseguiu honrar a promessa.

Isso porque, dentre várias outras, tinha limitações como: uma memória RAM que não podia ir além dois 256KB, incapacidade de aceitar coprocessador matemático e ausência de suporte nativo a outra unidade de disquetes ou a um disco rígido.

microcomputador IBM PCjr 6
Anúncios da época

Tudo isso restringia muito seu uso e o tornava incompatível com muitos aplicativos populares no PC original.

Por conta de todos estes problemas, em 19 de março de 1985, a empresa anunciava que o computador seria descontinuado.

Depois deste fracasso, a IBM só voltaria a disputar presença o mercado doméstico em 1990, com o lançamento da linha PS/1.

microcomputador IBM PCjr 7
PCjr virtual no MCCEmu

Quer experimentar este e outros computadores e consoles antigos, do Brasil e do mundo, de forma virtual no seu próprio PC?
Baixe neste endereço o multiemulador do Museu Capixaba do Computador (MCCEmu) e divirta-se!


E você, na sua opinião, qual o melhor modelo de computador IBM já fabricado?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Review do IBM PCjr
Restaurando um PCjr
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão “Doar” abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Mas caso não possa colaborar com doações, você também nos ajuda muito clicando no anúncio abaixo:


Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *