Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em janeiro de 1984, a fabricante coreana de eletrônicos Goldstar lançava no continente europeu o microcomputador MSX Goldstar FC-200.

Fabricado pela empresa sul-coreana Goldstar, o microcomputador MSX Goldstar FC-200 foi uma variante do modelo idêntico Goldstar FC-80 (lançado quase que simultaneamente), agora destinado ao mercado europeu e mantendo as mesmas especificações do padrão MSX, garantindo a tão desejada compatibilidade entre diferentes fabricantes.

A arquitetura MSX foi uma iniciativa conjunta de várias empresas de eletrônicos, incluindo a Microsoft, que visava especificar e criar uma única plataforma de hardware que pudesse ser comercializada por diversos fabricantes japoneses, definindo assim um novo “padrão” global, similar ao que aconteceu com o VHS para vídeo.

microcomputador MSX Goldstar FC-200 2
Vista lateral e detalhes do painel traseiro

Assim como era comum em vários modelos da família MSX japonesa, e de muitos outros computadores pessoais da época, o Goldstar FC-200 era construído em um único módulo, integrando a CPU e o teclado.

Estava disponível em duas versões, com cores distintas, sendo uma com gabinete em dois tons de cinza e teclas coloridas e outra totalmente em cinza escuro com teclas cinzas. Os modelos também dispunham de um LED ao lado da tecla CODE (assim como o led de hangul no FC-80), que sinalizava o acionamento da tecla.

Assim como os demais modelos da arquitetura MSX, contava com um microprocessador Z80 (GSS Z8400A PS) rodando a 3,58MHz, 64KB de memória RAM, 32KB de memória ROM, processador de vídeo Texas Instruments TMS9929NL com 16KB de memória de exclusiva, interpretador de linguagem BASIC Microsoft residente, processador de som General Instrument AY-3-8910, teclado mecânico de 73 teclas, um único slot para cartucho, bem como conexões para expansão, joysticks, vídeo (RF e composto), áudio e gravador K7. A versão francesa tinha também uma saída RGB DIN1.

microcomputador MSX Goldstar FC-200 3
Placa principal

Algumas das unidades vinham ainda com uma fita demo, que continha um software em linguagem BASIC que mostrava as capacidades do computador e listava suas especificações.

Seu gabinete tinha ainda uma peculiaridade que o diferencia dos seus concorrentes: ele tinha um orifício à direita do slot de cartucho para guardar uma caneta óptica (lightpen), que embora planejada pelo fabricante, nunca foi lançada.

O Goldstar FC-200 foi importado e comercializado em vários países europeus, como França, Holanda (onde foi inicialmente apresentado “AVT FC-200”), Reino Unido e Turquia, com todos os modelos adotando o padrão QWERTY de teclado.

microcomputador MSX Goldstar FC-200 4
Anúncio da época

Há informações de que uma segunda revisão do modelo francês teria sido disponibilizada com layout de teclado AZERTY, mas não localizamos mais detalhes sobre sua existência.

Foi um dos primeiros computadores MSX a serem lançados na Europa, oferecendo uma boa relação custo-benefício e uma ampla gama de jogos e aplicativos compatíveis com o padrão MSX, provocando um impacto significativo no mercado de informática doméstica da época, muito embora tenha enfrentado concorrentes de peso como o Commodore 64 ou o Sinclair ZX Spectrum.


E você, qual foi o melhor modelo MSX na sua opinião?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Executando o software de demonstração do Goldstar FC-200
O software de demonstração que acompanhava o Goldstar FC-200
Reparando um Goldstar FC-200
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *