Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 26 de fevereiro de 1999, a estadunidense Intel lançava seu novo microprocessador Intel Pentium III, nome código “Katmai”.

Representante da 6ª geração de microprocessadores, o microprocessador Intel Pentium III (P6) era mais um dos representantes de 32bits da extensa família de CPUs x86 compatíveis.

Chegando para substituir o Intel Pentium II, com o qual guardava enormes similaridades, mantinha o mesmo tipo de soquete “Slot 1” do antecessor, com a adição de instruções SSE (Streaming SIMD Extensions) e memórias cache interna (L1) de 32KB e externa (L2) de 512KB.

No fundo, a primeira geração do Intel Pentium III era basicamente uma versão “um pouco melhorada” do seu antecessor Intel Pentium II.

microprocessador Intel Pentium III 2
Vista do Katmai ao microscópio

Construído com 9,5 milhões de transistores, teve seus primeiros modelos operando originalmente nas velocidades de clock de 450 e 500MHz, chegando a 600MHz posteriormente.

Foi a primeira CPU x86 a incluir uma identificação única interna (Processor Serial Number – PSN) acessível pela instrução CPUID, fato que motivou diversos debates sobre invasão de privacidade” ao redor do mundo, dado que esta informação possibilitaria permitir identificar de forma única o computador de determinado usuário.

Assim como ocorreu com o Intel Pentium II, contava também com duas famílias “paralelas”, a Celeron (de baixa performance e custo) e Xeon (de alta performance e custo mais elevado, dedicada essencialmente a servidores ).

microprocessador Intel Pentium III 3
A geração Coppermine
Intel Pentium III Coppermine e Tualatin

Posteriormente ganharia outras revisões, que introduziram mudanças “de fato” na arquitetura, como a Coppermine, de outubro de 1999, com 29 milhões de transistores, soquete 370, cache L2 agora dentro do chip e velocidades de 500 a 1133MHz, seguida pela Tualatin, em junho de 2001, sem grandes mudanças funcionais, mas operando de 533 a 1400MHz.

microprocessador Intel Pentium III 4
A geração Tualatin

O Tualatin trouxe ainda um novo dissipador metálico de calor integrado, que simplificava em muito a instalação dos dissipadores externos (coolers), evitando, como nos modelos anteriores, que o núcleo da CPU pudesse ser “rachado” por um aperto mais “animado” nos parafusos dos coolers de refrigeração.


E você, teve um computador com o Intel Pentium III? Qual sua principal lembrança dele?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Comercial PIII
Comercial PIII – Blue Man Group
Evolução da Intel, de 1971 até hoje
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão “Doar” abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Mas caso não possa colaborar com doações, você também nos ajuda muito clicando no anúncio abaixo:


Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *