Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 15 de fevereiro de 1946, os engenheiros John William Mauchly e John Adam Presper Eckert Jr revelavam, na Universidade da Pensilvânia/EUA, o “Electronic Numerical Integrator and Computer”, que entraria para a história como o computador ENIAC.

O desenvolvimento do ENIAC (Computador e Integrador Numérico Eletrônico) se iniciou com a assinatura de sua contratação em 1943, ainda durante a Segunda Guerra, financiado pelo exército americano e com o objetivo a realização de cálculos balísticos.

Capaz de realizar 5.000 operações por segundo, ocupava uma área de 170 m2, pesava aproximadamente 30 toneladas e era composto de 18.000 válvulas eletrônicas, 7.200 diodos e 5 milhões de conexões elétricas.

Sua performance era mil vezes maior que seus concorrentes eletromecânicos da época, um “salto” de capacidade entre gerações subsequentes de computadores nunca mais visto na história.

O cálculo das tabelas de artilharia, que antes levavam até 12h nas mãos dos calculistas humanos, ou “computadores” como eram chamados, agora era realizado em apenas 30 segundos!

computador ENIAC 3
Diagrama de conexões representando uma das programações do ENIAC

Sua programação era realizada manualmente, através de milhares de chaves, que representavam, cada uma, os bits 0 ou 1 conforme o estado, ligado/desligado, em que se encontravam.

De uma equipe original de 80 mulheres “computadoras”, 6 foram selecionadas para o trabalho “menos importante” de programar o novo equipamento. Afinal, para a época, esta era uma atividade pouco nobre. Uma visão muito diferente da atualidade em que o destaque está exatamente no software (o programa).

Coube às matemáticas Frances Bilas, Jean Jennings, Ruth Lichterman, Kathleen McNulty, Betty Snyder e Marlyn Wescoff a missão de entender como o ENIAC funcionava e de traduzir em “chaves e fios” as equações matemáticas necessárias aos cálculos.

Isso sem nenhum manual, linguagem de programação ou qualquer ferramenta de apoio.

computador ENIAC 2
Pouco se fala, mas a equipe de programadores do ENIAC era composta por mulheres, que só foram identificadas e reconhecidas décadas depois.

De posse apenas de diagramas representando os 40 painéis eletrônicos do computador, elas desenvolveram toda a metodologia necessária à programação do ENIAC, incluindo-se aí a detecção de “bugs”, uma tarefa nada fácil que requeria encontrar um mal contato, um fio solto ou uma válvula queimada dentre seus milhares de componentes.

Fato é que estas 6 mulheres podem ser consideradas as primeiras programadoras profissionais da história, responsáveis também pela formação de vários novos programadores que as sucederam. Sua história é contada no documentário “The Computers: The Remarkable Story of the ENIAC Programmers”, disponível em algumas plataformas de streaming.

O ENIAC foi, durante muito tempo, considerado o primeiro computador digital eletrônico programável do mundo.

computador ENIAC 4
O ENIAC-em-um-chip

Contudo, em 1972, um processo judicial invalidou a patente do ENIAC, passando a atribuir ao computador Atanasoff-Berry o título.

Este fato, entretanto, não diminui a relevância histórica desta incrível máquina que inspirou gerações e cujo nome virou “sinônimo” de computador.

Após a criação do ENIAC, os principais projetistas deixaram a Universidade fundando a empresa Eckert–Mauchly Computer Corporation (EMCC), que depois de várias aquisições e fusões viria a se tornar a gigante Unisys.


E você, quando ouve a palavra “computador” do que se lembra?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

O ENIAC (1946)
A História Secreta das Mulheres do ENIAC
Trailer do documentário “The Computers: The Remarkable Story of the ENIAC Programmers
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *