Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em dezembro de 1984, a fabricante brasileira de computadores Prológica Indústria e Comércio de Microcomputadores Ltda colocava no mercado seu novo modelo, o microcomputador Prológica CP-400 Color, compatível com o TRS-80 Color.

O Prológica CP-400 Color foi um computador pessoal brasileiro para uso doméstico, que teve seu projeto “fortemente inspirado” na linha estadunidense de microcomputadores TRS-80 Color Computer.

A linha dos “Color Computers”, foi uma família de computadores pessoais criada em 1980 pela empresa norte-americana Tandy Corporation e comercializada pela sua rede de lojas RadioShack.

Carinhosamente apelidado de “CoCo” pelos seus usuários (sem necessariamente fazer nenhuma analogia quando à sua qualidade 😊), a família, que começou em 1980 nos EUA com o “CoCo 1”, ganhava agora um novo “clone” brasileiro, o Prológica CP-400 Color, o modelo “I”.

microcomputador Prológica CP-400 Color 2
Vista traseira

Num movimento que intencionava proteger e estimular a indústria nacional (iniciado ainda nos anos 70) e que impedia (ou dificultava muito) a importação de equipamentos como este, muitas empresas especializaram-se na criação de “clones de computadores de sucesso do exterior.

E o Prológica CP-400 Color seguia esta mesma levada.

Contava com uma CPU Motorola MC6809E rodando a 0,895 MHz, processador de vídeo Motorola MC6847 com 9 cores, memória RAM de 16 ou 64KB, memória ROM de 16KB que incluía um interpretador de linguagem BASIC, teclado tipo calculadora (tic-tac) com 55 teclas, portas de conexão para TV, gravador K7, porta serial, alimentação, slot frontal para expansão e cartuchos e Joysticks.

Tinha, contudo, problemas de projeto que atrapalhavam seu uso.

O primeiro deles dizia respeito ao teclado, com seu desconfortável e impreciso uso, já conhecido dos modelos com as pequenas teclas tipo “tic-tac”.

Outro problema, mais sério, estava relacionado ao seu deficiente sistema de refrigeração, que ocasionava problemas de superaquecimento, levando o micro a travamentos e erros de memória. Uma revisão posterior, que redesenhou sua placa principal separando sua fonte de alimentação, resolveria a questão.

microcomputador Prologica CP-400 Color 4
A unidade externa de disco CP-450

Dispunha ainda do periférico CP-450, um gabinete externo capaz de acomodar até duas unidades de disco flexível de 180Kb de capacidade, acompanhado de uma interface para ser plugada no slot de expansão. Este acessório exigia um modelo com 64KB de memória RAM.

Como aconteceria com vários outros modelos brasileiros de computadores dos anos 80, o Prológica CP-400 Color tinha um design “muito parecido” com o também norte-americano microcomputador Timex Sinclair 2068. Estes americanos e sua mania de nos copiar…. #SQN. 😊

microcomputador Prológica CP-400 Color 3
CP-400 Color II, o segundo modelo

No ano seguinte ao lançamento do modelo original, ganharia uma nova versão, o Prológica CP-400 Color II, uma versão repaginada do modelo I, agora com um teclado melhorado no estilo “profissional” e com a ampliação da memória RAM para 64KB.

Embora com um teclado aparentemente melhor, o CP-400 II tinha um problema de construção que fazia com que as teclas eventualmente “saltassem” durante o uso, o que fez com que seus usuários o atribuíssem o carinhoso apelido de “perereca”.

Seu mercado começaria a sucumbir em 1985, com o lançamento do Microdigital TK90X, um clone ZX Spectrum. Mas a “pá de cal” chegaria com o lançamento, no fim deste mesmo ano, dos modelos brasileiros da linha MSX, o Gradiente Expert e o EPCOM/Sharp Hotbit, muito superiores em recursos.

microcomputador Prologica CP 400 Color 6
Anúncios da época

Ainda assim, continuou a ser comercializado, tendo sua produção interrompida apenas no início de 1987.

A família TRS-80 Color contou com outros clones no Brasil, como o Codimex CD6809, o LZ/Novo Tempo Color64, o Dynacom MX-1600, o Engetécnica/Varix VC50 e o obscuro e nunca lançado Microdigital TKS800.

Esta estratégia de fazer “cópias” de computadores já populares em outras bandas, facilitava a vida tanto das empresas nacionais, que se eximiam da necessidade de produzir softwares próprios, quanto a vida dos usuários, visto que a enormidade de softwares existentes lá fora podia ser utilizada por eles também por aqui.

microcomputador Prológica CP-400 Color 5
Dois CP-400 virtuais no MCCEmu

Quer experimentar este e outros computadores e consoles antigos, do Brasil e do mundo, de forma virtual no seu próprio PC?
Baixe neste endereço o multiemulador do Museu Capixaba do Computador (MCCEmu) e divirta-se!


E você, teve algum dos modelos do CP400? Conte pra gente a sua história.

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Comercial de TV do Prológica CP-400 Color
Comercial de TV do Prológica CP-400 Color II
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão “Doar” abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Mas caso não possa colaborar com doações, você também nos ajuda muito clicando no anúncio abaixo:


Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *