O videogame Fujitsu FM Towns Marty de 1993

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 20 de fevereiro de 1993, a japonesa Fujitsu lançava em sua terra o primeiro videogame de 32bits da história, o Fujitsu FM Towns Marty.

Representante da 5ª geração de videogames, o Fujitsu FM Towns Marty era a versão “consolizada” do microcomputador japonês FM Towns, lançado pela mesma empresa em 1989 e fortemente focado no segmento de games e multimídia, tonando-se um dos primeiros casos de computador transformado em console.

videogame Fujitsu FM Towns Marty 2
Vista traseira

O FM (de Fujitsu Micro) Towns Marty pegava carona na extrema qualidade dos jogos criados para o seu “pai”, o computador FM Towns, conhecido pelas excelentes versões (ports) dos aclamados games dos arcades, cujos jogos rodavam perfeitamente no FM Towns Marty.

videogame Fujitsu FM Towns Marty 3
Placa principal

Considerado por muitos como o primeiro representante do grupo de consoles de videogame de 32bits, contava com um microprocessador de 32 bits AMD 386SX rodando a 16MHz, 2MB de memória RAM, chip de vídeo especializado da Fujitsu, com 640KB de memória dedicada e capaz de exibir 32.768 cores, 6 canais de áudio FM e 8 digitais PCM, unidade de CD-ROM e unidade de disquetes.

Dispunha ainda de conexões externas para cartão PCMCIA, teclado, joysticks, fone de ouvido, microfone, vídeo e alimentação.

videogame Fujitsu FM Towns Marty 4
O modelo FM Towns Marty 2

Ganharia em 1994 duas novas versões, o FM Towns Marty 2, basicamente o mesmo console, mas com uma carcaça verde e mais barato e o FM Towns Car Marty, uma variante para ser usada em automóveis.

videogame Fujitsu FM Towns Marty 5
A versão veicular FM Towns Car Marty

Seus comerciais de TV no Japão tiveram como garota propagada a então modelo brasileira Ana Paula Arósio, que pode ser assistido na seção de vídeos abaixo.

videogame Fujitsu FM Towns Marty 6
Anúncio da época

Desconhecidos no resto do mundo, pois só foram comercializados no mercado japonês, tiveram fracas vendas (menos de 100mil), não resistindo à concorrência com as consoles de 32 bits da Nintendo, Sony e SEGA que o seguiram, sendo definitivamente descontinuados em 1995.


E você, conheceu de perto algum modelo do Fujitsu FM Towns Marty?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Comercial do FM Towns com a brasileira Ana Paula Arósio
20 jogos que definiram o FM Towns Marty
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *