Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em novembro de 1983, a empresa Visual Technology lançava seu próprio PC clone, o microcomputador Visual Technology 1083 Commuter, o primeiro PC portátil com tela LCD.

Com o lançamento do primeiro clone do IBM PC em 1982, a empresa Visual Technology, que já figurava entre os principais fabricantes de  terminais gráficos para sistemas de grande porte no início dos anos 80, entendeu que era capaz de produzir sua própria versão, com alguns “incrementos”.

microcomputador Visual Technology 1083 Commuter 2
Fechado

Nascia assim microcomputador Visual Technology 1083 Commuter, o primeiro modelo de IBM PC compatível portátil com tela LCD integrada, que viria a se tornar um padrão nos modelos de portáteis posteriores.

Contava com processador Intel 8088 rodando a 4.77 MHz de velocidade, 128 KB de memória RAM (expansível até 512 KB), duas unidades de disquete de 5 ¼” de 360 KB de capacidade, uma tela LCD monocromática removível de 80 x 16 caracteres e um teclado “tipo PC” completo com 83 teclas.

Embora não possuísse slots de expansão internos, dispunha de 6 portas para conexões externas na sua parte traseira, como: conector de expansão de 63 pinos, porta assíncrona, porta paralela, saída de vídeo monocromático RGB (para um monitor externo) e saída vídeo composto (para um monitor colorido ou TV).

microcomputador Visual Technology 1083 Commuter 3
Vista traseira

O Visual Technology 1083 Commuter vinha como sistema operacional o Microsoft MS-DOS 2.11 em um disquete (o mesmo do IBM PC), sendo capaz de executar basicamente os mesmos aplicativos que o original IBM.

O computador tinha ainda a engenhosa capacidade de funcionar como um “terminal” para acesso a outros computadores, funcionalidade acessível ao inicializá-lo sem um disco de sistema operacional.

Para tanto, ao se ligar o computador sem nenhum disquete na unidade, era apresentado ao usuário um menu com as seguintes opções: B – BOOT FROM DRIVE A (iniciar pelo drive A), E – EXTENDED DIAGNOSTICS (diagnósticos estendidos), S – SETUP TERMINAL PARAMETERS (configura parâmetros de terminal), T – TERMINAL MODE (modo terminal).

Mas apesar da proposta inovadora de portabilidade, ele também tinha algumas limitações, como o peso de 7.25 kg, a pequena dimensão da tela e a dependência de uma fonte de energia externa.

microcomputador Visual Technology 1083 Commuter 4
Anúncio da época

Seu display LCD removível também não oferecia nenhuma regulagem de posição, o que poderia causar algum desconforto ao usuário que tivesse uma estatura um pouco mais alta ou mais baixa que a média. Entretanto, isso podia ser facilmente contornado com o uso de um monitor externo, ao custo da perda da mobilidade

A despeito do belo projeto e do vultuoso investimento, a Visual Technology percebeu que os vendedores da empresa não estavam sendo capazes de comercializar o computador de US$ 1.995, decidindo vender todo o estoque à empresa DAK (um popular revendedor de eletrônicos nos EUA), amargando um enorme prejuízo na transação.

Seu insucesso comercial faria com que fosse finamente descontinuado em 1986.


E você, conheceu algum dos produtos da empresa Visual Technology?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Ligando um Visual Technology 1083 Commuter
Desmontando o Visual Technology 1083 Commuter
Carregando o MS-DOS
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *