Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 12 de fevereiro de 2008, a empresa de tecnologia Nvidia Corporation anunciava seu novo chip Nvidia Tegra.

Tratava-se de um dispositivo do tipo “sistema em um chip” (system on a chipSoC), com o foco no uso em dispositivos móveis e em baixo consumo de energia, como celulares, tablets e assistentes digitais pessoais (PDAs)

Internamente, contempla um microprocessador baseado na arquitetura ARM, além uma GPU, controlador de memória e controlador de entrada/saída. Tudo integrado em um único componente, o que simplifica e barateia muito o projeto da placa de circuitos.

Seus primeiros modelos atuavam especialmente em operações com conteúdos multimídia, evoluindo posteriormente para funcionalidades envolvendo jogos e inteligência artificial.

Teve nesta data anunciado o primeiro modelo da linha, o Nvidia Tegra APX 2500, seguido pelo modelo Nvidia Tegra APX 2600 em fevereiro do ano seguinte, sendo os primeiros dispositivos a adotá-los os Microsoft Zune HD e Samsung M1.

Nvidia Tegra 2
Alguns outros modelos

É suportado por diversos sistemas operacionais, ente eles Linux, QNX, Windows Mobile/CE e Android.

Nos anos seguintes, foi sucedido pelos modelos Tegra 2 (3 de junho de 2010), Tegra 3 (9 de novembro 2011), Tegra 4 e 4i (1º de agosto de 2013), Tegra K1 (5 de janeiro de 2014), Tegra X1 (4 de janeiro de 2015), Tegra X2 (agosto de 2016), Tegra Xavier (março de 2019), Tegra Orin (2021) e Tegra Thor (2025?).

Chips da linha Nvidia Tegra foram também utilizados em diversos dispositivos, como: Samsung Galaxy Tab, Google Nexus, HTC One X, Xiaomi Mi 3 e o videogame Nintendo Switch.


E você, usou algum dispositivo que utiliza o SoC Nvidia Tegra?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

Nvidia APX 2500 demo de 2008
Demonstração do Tegra em 2008
Como funciona o 4-PLUS-1 do NVIDIA Tegra 3
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *