Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 03 de junho de 1984, o microcomputador Commodore Plus/4 era lançado pela estadunidense Commodore Business Machines.

O Commodore Plus/4, originalmente denominado Commodore 264, foi um computador pessoal da Commodore Business Machines (CBM) apresentado publicamente meses antes, em 7 de janeiro de 1984, durante a feira Consumer Electronics Show (CES), como um dos membros da nova linha de computadores planejados pela empresa para suceder ao lendário Commodore 64.

O Commodore Plus/4 trazia embutidos em sua ROM quatro aplicativos básicos (daí o nome plus/4): editor de textos, planilha eletrônica, banco de dados e editor gráfico.

Commodore Plus/4
Anúncio da época

Estes aplicativos podiam ser acessados apertando um dos botões de função existentes acima do teclado. Com estas funcionalidades integradas, a empresa buscava atingir uma fatia do segmento corporativo.

Equipado com um microprocessador MOS 7501 (ou 8501) rodando a 1,76 MHz, tinha 64Kb de memória RAM, 64KB de memória ROM e o novo chip TED 7360, que unificava as funções de áudio, vídeo e controle de dispositivos de entrada/saída. Trazia também um interpretador Microsoft BASIC versão 3.5 integrado, com 50 novos comandos em relação à versão anterior.

microcomputador Commodore Plus 4 6
Placa principal

Mas embora tenha conseguido relativo sucesso na Europa, foi um fiasco na sua própria terra.

Uma das possíveis causas do seu insucesso foi o fato dele ser totalmente incompatível com a enorme biblioteca de softwares existentes para o campeão de vendas Commodore 64.

Commodore 16 e 116
Commodore 16 e 116

Outra possível causa era que, nesta altura, os computadores IBM PC compatíveis começavam a ter preços mais baixos, levando muitos usuários a migrar para esta plataforma.

Nesta mesma data também foram lançados os modelos Commodore 16 e Commodore 116, que, nos planos da empresa, viriam em conjunto substituir os bem sucedidos Commodore VIC-20 e Commodore 64.

Commodore 364

No mesmo evento CES de janeiro de 1984, foi também apresentado o protótipo do modelo Commodore 364, que nunca chegaria a ser lançado.

Pelo que se sabe, apenas um único exemplar foi completamente construído, que se assemelhava ao Commodore Plus/4, mas com a adição de um teclado numérico reduzido e um sintetizador de voz integrado capaz de reconhecer 230 palavras. Este exemplar está nas fotos oficiais do evento, em que o então presidente da empresa, Jack Tramiel, aparece segurando os modelos Commodore 364 e Commodore 264.

microcomputador Commodore Plus 4 7
Jack Tramiel e os modelos C264 e C364 na feira CES
Uma cópia do nosso Microdigital TK-95?
Commodore Plus/4 e Microdigital TK-95
Commodore Plus/4 e Microdigital TK-95

Uma curiosidade sobre este computador é que seu design “inspirou” um dos computadores que tivemos por aqui, o Microdigital TK-95. Mas suas semelhanças são apenas estéticas. Internamente, o nosso TK-95 é um clone do britânico ZX Spectrum, como seu antecessor Microdigital TK-90X.

Commodore Plus/4 lancado 5
Um Commodore Plus/4 virtual rodando no MCCEmu

Quer experimentar este e outros computadores e consoles antigos, do Brasil e do mundo, de forma virtual no seu próprio PC?
Baixe neste endereço o multiemulador do Museu Capixaba do Computador (MCCEmu) e divirta-se!


E você, teve algum destes computadores da Commodore?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Vídeo(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “⚙ >> Legendas/CC >> Traduzir automaticamente”.

A História da Commodore – O Commodore Plus4, Commodore 16 e Commodore 64
Um raro Commodore 364 visto por dentro
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão “Doar” abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Mas caso não possa colaborar com doações, você também nos ajuda muito clicando no anúncio abaixo:


Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *