Steve Jobs é demitido da Apple em 1985

Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Em 16 de setembro de 1985, depois de uma queda de braço de cinco meses no conselho da empresa com John Sculley, então CEO da Apple, Steve Jobs é demitido da Apple, empresa que da qual foi um dos fundadores.

É estranho imaginar que o fundador da empresa possa ser, digamos, “demitido”. Mas, na prática, foi isso que aconteceu…

Meses antes, Sculley havia convencido os demais membros do conselho a afastar Jobs da direção da divisão Macintosh. Também foram retiradas quase todas suas responsabilidades e sua autoridade.

Enfim, ele continuava mantendo o título de “presidente do conselho”, mas não tinha poder nenhum. Mesmo sendo um dos “donos”.

Assim, sem poder fazer nada na sua própria empresa, pediu o boné.

Steve Jobs é demitido da Apple 2
Fora da Apple, fundaria a NeXT

E fundou logo em seguida a empresa “NeXT Computer”.

Nela, criou estações de trabalho de alto poder de processamento e um sistema operacional multiplataforma chamado NeXTStep, que viria a ser umas das bases do futuro sistema “OS X” do Mac.

Uma destas super estações, inclusive, entraria para a história sendo utilizada para criar a “WEB” que conhecemos.

Jobs aproveitou ainda este tempo fora da Apple pra ficar bilionário, com a empresa Pixar Animation (pois é, esta empresa era dele também), responsável por alguns dos mais incríveis filmes de animação da história do cinema.

Steve Jobs é demitido da Apple 3
Foi também proprietário da PIXAR

E após exatos 12 anos afastado, Jobs volta à Apple em 1997, no mesmo dia 16 de setembro (seria numerologia ???), para fazer história e literalmente salvar a empresa da falência com seus: iMac, iPod, Apple Store, iPhone, iTunes, iPad e todos os demais i-sucessos criados por ele…

E o retorno de Jobs seria marcado ainda por um fato que viraria lenda.

Nesta época, a Apple estava à beira da falência, depois de sucessivos anos de resultados negativos.

Foi quando Jobs pede ajuda a ninguém menos que seu “arquirrival” Bill Gates, da Microsoft.

Acatando o pedido de socorro, e mesmo enfrentando resistência dentro de sua própria empresa, Gates decide investir US$ 150 milhões na Apple, literalmente salvado a empresa da extinção.

Como contrapartida, a Apple encerraria o processo que movia contra a Microsoft pela suposta “cópia” do seu sistema operacional MacOS.

Nos anos que se seguiram, a Apple reverteria sua situação financeira, suplantando a Microsoft em valor de mercado.


E você, qual o melhor produto da Apple na sua opinião?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!


Vídeos(s):

*legendas disponíveis nos controles do Youtube, na opção “Legendas/CC –> Traduzir automaticamente”.

Steve Jobs e Bill Gates contam histórias nessa histórica entrevista de 2007
Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

messengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Gostou? Curta e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe também seu comentário no final da postagem!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.