O editor de textos Microsoft Word 1.0 de 1983

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Em 29 de setembro de 1983, a Microsoft lançava seu primeiro “aplicativo”, o editor de textos Microsoft Word 1.0 para o sistema MS-DOS.

Batizado originalmente como “Multi-Tool Word”, este aplicativo foi o primeiro editor de textos no PC a usar como ferramenta principal o mouse, lançado pela empresa em maio do mesmo ano, já como “preparação” para lançamento do aplicativo.

Sua primeira versão foi desenvolvida pelos programadores Charles Simonyi e Richard Brodie, ex-funcionários dos famosos laboratórios PARC da XEROX, contratados pela Microsoft dois anos antes.

Ambos haviam trabalhado na criação do sistema BRAVO (do sistema Xerox Alto), que trouxe ao mundo da informática o conceito de interface gráfica tipo WYSIWYG, operada por mouse, para edição de textos .

Quando funcionando em modo gráfico, o Word era o primeiro aplicativo capaz de exibir, diretamente na tela de computadores do tipo PC, textos em negrito, itálico, quebras de linha, etc, na medida em que o texto era digitado.

O Word também utilizava intensivamente o mouse, o que naquela época era tão pouco usual que a Microsoft dava a opção de adquiri-lo junto com o editor de textos. 😊

editor de textos Microsoft Word 1 0 2
… e o mouse criado pela MS especialmente para ele e que podia ser adquirido como parte do pacote

Estes recursos o diferenciavam dos concorrentes de peso da época, como WordStar e WordPerfect, que só operavam em modo texto.

Seu sucesso de mercado, contudo, não foi muito grande.

Isto porque as pessoas não estavam muito animadas em aprenderem a usar um “novo” aplicativo, que mudava radicalmente a forma de utilização na produção de textos.

Elas já estavam bastante acostumadas com a interface e a facilidade de uso dos softwares já existentes, o que trouxe certa rejeição à adoção do Word. Mouse?!?!? Pra que preciso disso???

Mesmo com uma ação de marketing que presenteou os leitores da famosa revista norte-americana da informática PC World com uma versão de demonstração, esta perspectiva não se alterou. Esta ação foi, inclusive, a primeira vez na história que um disquete era distribuído junto com uma revista.

O Word só conseguiria algum sucesso quando do lançamento da sua primeira versão para o computador Apple Macintosh, em 1985, quando iniciava sua jornada de sucesso.

Para conhecer ou relembrar:

Quer conhecer ou relembrar primeira versão do Word? Aqui neste endereço você acessa uma versão emulada que roda direto no seu navegador.


E você, qual foi o primeiro editor de textos com o qual teve contato?

Clique aqui e deixe seu comentário no final desta postagem! Sua participação é muito importante pra nós!

Mais em:



*As imagens utilizadas nesta postagem são meramente ilustrativas e foram obtidas da internet.


Quer nos ajudar com doações de itens para o acervo do Museu Capixaba do Computador – MCC?

Entre em contato conosco por meio dos canais de comunicação identificados nos ícones abaixo, ou ainda por quaisquer uma das nossas redes sociais listadas no topo da página.

WhatsAppmessengerinstagram directemail
Clique no ícone desejado e entre em contato conosco!

As doações também poderão ser entregues diretamente na sede do museu, neste endereço.

Para refrescar a memória e te ajudar a identificar alguns itens que buscamos, aqui você encontra nosso álbum de “Procura-se” .

Colabore você também com o primeiro museu capixaba dedicado à memória da tecnologia da informação! 

Doe seus itens sem uso. Você ajuda a natureza e dá uma finalidade socialmente útil pra eles!


Somos um projeto sem fins lucrativos. Mas temos despesas. 😊
Se você curte nosso trabalho, gostaria de nos ajudar a pagar as contas?

Clique no botão abaixo e faça uma contribuição voluntária, de qualquer valor!

Você ainda tem a opção de tornar esta ajuda permanente, com um valor mensal fixo, marcando a opção “Transformar em doação mensalmente

botão doação paypal
paypal QR Code doação

Gostou? Curta, comente e compartilhe a publicação original! Ajude a divulgar o projeto! Deixe seu comentário no final desta postagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *